Significado do nome:
Tala ou Thala: Palmeira; Postura da Palmeira

TÉCNICA
De Tadásana, faça uma inspiração ao mesmo tempo em que eleva os braços lateralmente, também subindo na ponta dos pés. Talásana configura uma posição de equilíbrio.
A versão em que não se sobe na ponta dos pés é chamado urdhva hastasana, a postura das mãos para cima, a posição deixa de ser de equilíbrio.
Em ambos os casos podem-se tanto fazer a permanência como manter a posição somente com um kumbhaka com os pulmões devidamente cheios. Neste último caso, ao manter a retenção do ar, procure contrair o esfíncter do ânus e as nádegas, o que aumenta o foco na energização do Múládhára Chakra.

FOCO ANATÔMICO
Talásana:
– Tornozelos, pés, panturrilhas, braços, axilas, ombros e barriga.
Urdhva Hastasana:
– Ombros, axilas, braços e barriga;

BENEFÍCIOS
– Aumento da capacidade respiratória;
– Fortalecimento de pés, tornozelos e pernas;
– Alongamento total do corpo em Talásana, ajuda o relaxamento;
– Urdhva Hastásana prioriza o alongamento da coluna dorsal;

APLICAÇÕES TERAPÊUTICAS
– Fatiga;
– Asma;
– Indigestão;
– Melhora o estado psicossomático;
– Alivia ansiedade leve;
– Talásana, por trabalhar o equilíbrio, pode ser indicada para labirintite;

POSTURAS PREPARATÓRIAS
– Pavana Muktásana;
– Tadásana;
– Urdhva Hastásana;
– Uttanásana;

ACESSÓRIOS E PROPS
Mantenha o equilíbrio na ponta dos pés e adicione um bloco entre as mãos no alto da cabeça, aumentando o trabalho dos braços (maior ativação do Anáhata Chakra);

CONTRA-INDICAÇÕES E CUIDADOS
– Evite ficar com os braços levantados em casos de lesões nos ombros ou pescoço.
– Varizes avançadas;

TRABALHO MENTAL E ENERGÉTICO
Induz a pessoa ao seu próprio conhecimento interno;
Acaba com a timidez;
Em Talásana, soma-se o equilíbrio psicossomático;
Ativa Múládhára Chakra e Anáhata; energização do Múládhára Chakra e, ao elevar os braços, do Anáhata Chakra, porém o foco está no primeiro. Pode-se acrescentar a contração do esfíncter anal, enfatizando a energização do primeiro chakra.

talasana